Quais são os países liberados para brasileiros? Veja lista de 2021

Em que países o brasileiro já pode entrar diretamente e quais são as regras de cada destino ao redor do mundo? Mais uma vez em parceria com a Schultz Vistos, o Portal PANROTAS atualizou a lista de nações onde já é permitida a entrada de nossos visitantes em voos diretos.

Vale ressaltar que mudanças podem acontecer de um dia para o outro em relação às exigências de cada país. Atualizaremos aqui sempre que possível cada uma dessas mudanças, mas consulte sempre as empresas aéreas antes de fazer uma reserva.

Vale lembrar que na Zona Schengen, formada por 22 dos 27 países membros da União Europeia, além da Islândia, Noruega, Suíça e Lichtenstein, as fronteiras estão fechadas para quem voa direto do Brasil. É o caso de Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Itália, Portugal, Suécia, Suíça, entre outros. Reino Unido e Irlanda não fazem parte deste grupo.

Caso tenha alguma consideração sobre essa lista de 2021, entre em contato pelo redacao@panrotas.com.br.

ATUALIZADA EM 4 DE JANEIRO DE 2021

LISTA DE PAÍSES COM A SITUAÇÃO DA FRONTEIRA PARA BRASILEIROS (SAINDO DO BRASIL)

AFEGANISTÃO - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro precisa de visto
Exigências:
- Uso de máscaras em locais públicos.
Poliomielite - Certificado Internacional de Vacinação obrigatório– CIVP

ALBÂNIA - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto até 90 dias.
Exigências:
- Uso de máscaras em locais públicos.
- Os exames de saúde podem ser realizados nos portos de entrada
- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela

ÁFRICA DO SUL - Fronteira aberta para brasileiros
Visto: Brasileiro não precisa de visto por até 90 dias.
Exigências:
- Os passageiros só podem pousar na Cidade do Cabo (CPT), Durban (DUR) ou Joanesburgo (JNB).
- Os passageiros que entram ou transitam pela África do Sul devem ter um atestado médico com resultado negativo no teste PCR do coronavírus (COVID-19) emitido no máximo 72 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque. Isso não se aplica a passageiros com menos de 5 anos.
- Um "Questionário de saúde do viajante" preenchido deve ser enviado em https://sa-covid-19-travel.info/ no máximo 2 dias antes da partida.
- Os passageiros e a tripulação da companhia aérea estão sujeitos a exames médicos.
- Passaportes e documentos de substituição de passaportes de todos os cidadãos não sul-africanos devem conter pelo menos 1 página de visto não utilizado para endossos de entrada / saída pelo Serviço de Imigração Sul-Africano.
Isso não inclui a página reservada para "Observações" ou "Emendas e Endossos".
- Visitantes com passaporte extenso para leitura por máquina não têm permissão para entrar ou transitar pela África do Sul.
- Deve instalar o aplicativo móvel COVID Alert South Africa.
- A vacinação contra a febre amarela é exigida.

ANTÍGUA e BARBUDA - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto por até 180 dias.
Exigências:
- Os passageiros devem ter um certificado médico com um resultado negativo do teste de coronavírus (COVID-19) RT-PCR SARS-CoV-2., que deve ter sido realizado no máximo 7 dias antes da partida. (Não se aplica a passageiros com menos de 12 anos).
- Um Formulário de Declaração de Saúde preenchido deve ser apresentado às Autoridades Sanitárias Portuárias na chegada.
- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela
OBS: Os passageiros estão sujeitos a exames médicos e à quarentena na chegada.

ARMÊNIA - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto por até 180 dias.
Exigências:
- Passageiros sem atestado médico com resultado negativo no teste PCR para coronavírus (COVID-19) emitido no máximo 72 horas antes da chegada estão sujeitos a um teste na chegada, por sua conta e risco.
- O certificado deve ser em armênio, inglês ou russo.
- Não há exigência de vacinas.

ARUBA – Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto por até 90 dias.
Exigências:
- Um formulário de avaliação de saúde preenchido deve ser enviado em www.edcardaruba.aw no máximo 72 horas antes da partida.
- Uma autorização de viagem deve ser apresentada no momento do check-in.
- Passageiros com certificado médico com resultado negativo do teste PCR para Coronavírus (COVID-19) - teste Molecular SARS-CoV-2 com base em swab nasal - emitido no máximo 72 horas antes da partida devem fazer upload do teste em www.edcardaruba.aw no máximo 12 horas antes da partida.
- Os passageiros sem atestado médico estão sujeitos a um teste PCR por conta própria na chegada e quarentena por 1 dia.
Isso não se aplica a passageiros com menos de 15 anos.
Isso não se aplica a passageiros que partem no mesmo dia.
- Os passageiros devem ter um seguro saúde adquirido antes da partida e disponível em www.edcardaruba.aw.
Isso não se aplica a passageiros que partem no mesmo dia.
Isso não se aplica a militares holandeses, seus cônjuges e filhos.
- Os passageiros estão sujeitos a exames médicos.
- A vacinação contra a febre amarela é necessária.

ANGUILLA - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto até 3 meses de estada
Exigências:
- Os passageiros devem preencher um "Pedido de entrada" antes da partida em https://ivisitanguilla.com/, imprimir a confirmação e apresentar na chegada.
- Os passageiros devem ter um atestado médico com resultado negativo no teste PCR do coronavírus (COVID-19), emitido no máximo 5 dias antes da chegada.
- Devem possuir um seguro saúde que cubra todas as despesas com Coronavírus (COVID-19).
- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela
OBS: Os passageiros estão sujeitos a um teste de PCR do Coronavírus (COVID-19) na chegada e 10 dias após sua entrada.

BAHAMAS - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto até 3 meses.
Exigências:
- Os passageiros devem ter um "Bahamas Travel Health Visa" aprovado com um código QR, obtido em www.travel.gov.bs

BARBADOS - Fronteira aberta para brasileiros. (O aeroporto de Bridgetown (BGI) foi reaberto)
Visto: Brasileiro não precisa de visto até 6 meses.
Exigências:
- Os passageiros devem apresentar um "Formulário de Imigração / Alfândega" preenchido 24h antes do embarque através do site www.travelform.gov.bb , imprimir e apresentar na chegada.
- Devem possuir um certificado médico em inglês com um resultado negativo do teste RT-PCR do coronavírus (COVID-19). emitido no máximo 72 horas antes da chegada. (Não se aplica a passageiros menores de 5 anos acompanhados por um responsável legal)
- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela
OBS: Os passageiros podem ser submetidos a novo teste de PCR do Coronavírus (COVID-19) e à quarentena.

BIELORÚSSIA (BELARUS) - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto até 90 dias.
Exigências:
- Os passageiros devem ter um certificado médico impresso com um resultado negativo do teste de PCR do coronavírus (COVID-19) emitido no máximo 72 horas antes da chegada, sendo que deve ser em bielorrusso, inglês ou russo.
- Devem possuir um seguro viagem para cobrir despesas médicas na Bielorrússia.
- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela
OBS: Os passageiros estão sujeitos ao isolamento por 10 dias se chegarem de um país listado no site https://tinyurl.com/BY-Country-List

BELIZE - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto até 90 dias.
Exigências:
- Os passageiros estão sujeitos a um teste de coronavírus (COVID-19) na chegada.
Isso não se aplica a:
1 - passageiros com atestado médico com resultado negativo no teste PCR para coronavírus (COVID-19) emitido no máximo 96 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque;
2 - passageiros com atestado médico com resultado negativo do teste Rapid Antigen, Sophia, SD Biossensor ou Abbott (Panbio) do Coronavirus (COVID-19) emitido no máximo 48 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque.
- Os passageiros estão sujeitos a exames médicos.
- Os passageiros que viajam como turistas devem ter uma confirmação de reserva de um hotel aprovado. Os detalhes podem ser encontrados em https://www.travelbelize.org/health-safety .

BENIN - Fronteira aberta para brasileiros
Visto: Brasileiro precisa de visto (E-visa)
Exigências:
- Os passageiros são submetidos ao teste de PCR do coronavírus (COVID-19) na chegada, por sua conta.
- Os passageiros devem apresentar um "Formulário de Imigração / Alfândega" preenchido antes do embarque pelo site: http://centresurveillancesanitaire.com, imprimir e apresentar na chegada.
- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


BERMUDAS - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto até 6 meses de estada (decidido pelo oficial da imigração).
Exigências:
- Os passageiros devem obter uma Autorização de Viagem preenchido antes de 1 a 3 dias do embarque através do site https://www.gov.bm/coronavirus-travellers , imprimir e apresentar na chegada;
- Devem possuir atestado médico confirmando um teste PCR negativo para coronavírus (COVID-19) realizado no máximo 7 dias antes da partida
OBS: Estão sujeitos a um teste PCR na chegada e quarentena até que os resultados do teste estejam prontos.

BUTÃO - Fronteira aberta para brasileiros
Visto: Brasileiro PRECISA de visto
Exigências:
- Os passageiros devem ter um certificado médico com um resultado negativo do teste RT-PCR do coronavírus (COVID-19), realizado no máximo 72 horas antes da partida.
- Os visitantes devem possuir US$ 200 por dia de estada.
- Os visitantes devem fazer reservas com um operador turístico registrado no Butão; através de um agente de viagens no Exterior ou entrando em contato com operadoras de Turismo no Butão.
- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela
OBS: Os passageiros estão sujeitos a exames médicos e quarentena por 21 dias.

BOLÍVIA - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto até 90 dias
Exigências:
- Passageiros que chegam do Brasil devem ter um atestado médico com resultado negativo para coronavírus (COVID-19) RT - PCR ou teste de antígeno emitido no máximo 3 dias antes da chegada.
- Passageiros que estiveram nos últimos 14 dias no Reino Unido não estão autorizados a entrar até 8 de janeiro de 2021.
- Um "Formulário para Localizador de Passageiros de Saúde Pública" preenchido deve ser apresentado na chegada. O formulário está disponível em https://www.dgac.gob.bo/wpcontent/uploads/2020/09/Form_Salud_International_EN.pdf .
- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela

BÓSNIA e HERZEGOVINA - Fronteira aberta para brasileiros.
Visto: Brasileiro não precisa de visto até 90 dias.
Exigências:
- Os passageiros devem ter um certificado médico com um resultado negativo do teste PCR coronavírus (COVID-19) emitido no máximo 48 horas antes da chegada.

BOTSUANA - Fronteira aberta para brasileiros
Visto: Brasileiro não precisa de visto por até 90 dias.
Exigências:
- Os aeroportos de Gaborone (GBE), Kasane (BBK) e Maun (MUB) foram reabertos.
- Os passageiros devem ter um certificado médico impresso com um resultado negativo do teste PCR do coronavírus (COVID-19) emitido no máximo 72 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque.
O certificado deve ser em inglês.
Isso não se aplica a passageiros com menos de 5 anos.
- Os passageiros estão sujeitos a exames médicos na chegada.
- A vacinação contra a febre amarela é exigida.

INFORMES PUBLICITÁRIOS