"Recebi com tranquilidade e cumprirei a decisão do STF", diz Botelho

Após decisão do  Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu os efeitos da posse da Mesa Diretora, que o reconduziu à presidência da Assembleia Legislativa neste biênio (2021-2023), o  deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) disse que está “tranquilo” e que não vai recorrer.

 

Por meio de um vídeo divulgado pela sua assessoria de imprensa, Botelho disse que “cumpriu sua missão” e irá convocar novas eleições.

 

“ Vou convocar eleição, cumpri minha missão como presidente. Muito tranquilo e sereno. Tenho certeza que muitas mudanças aconteceram para melhor”, disse o parlamentar.

 

Ele disse que vai continuar sendo o deputado Eduardo Botelho, a mesma pessoa, lutando por Mato Grosso com muita alegria e felicidade.


A Procuradoria-Geral da Assembleia Legislativa disse que há possibilidade de reverter, porém ele deixou claro que não tem interesse.

 

"Essa questão já havia sido discutida no Supremo e julgada há um tempo. Ela permitia a Assembleia Legislativa fazer alterações na Constituição do Estado, e essa não era uma cláusula de repetição obrigatória. No entanto, o Supremo mudou o entendimento, isso é normal, eles sempre mudam alguma coisa. Cabe a nós cumprir”, disse. 



INFORMES PUBLICITÁRIOS