Como escolher o tamanho ideal da prótese de mama?

a década de 90 o bumbum era a preferência nacional tanto dos homens quanto das mulheres. Mas o tempo passou e ter um busto avantajado tomou uma conotação tão grande que hoje a colocação de prótese se silicone nas mamas é a cirurgia mais realizada em todo o mundo.

Mas como saber qual o tamanho ideal da prótese de mama que devo colocar?

Muito bem, o primeiro passo é procurar um cirurgião plástico e conversar com ele. Tirar dúvidas, falar das suas expectativas e deixar que ele verifique a sua anatomia e biótipo e te indique o que seria melhor e mais de acordo com seu corpo, de forma que fique harmoniosos e sem exageros.

Nessa consulta o cirurgião vai poder entender quais são os anseios dessa paciente e o que precisa para aumentar sua autoestima ou melhorar a harmonia do corpo ou corrigir incômodos oriundos de um problema de saúde.

Na maioria dos casos as mulheres chegam ao consultório dizendo apenas que querem colocar silicone para que o peito fique igual da amiga, ou da de uma atriz, ou cantora.

Por isso é importante explicar o que combina com seu corpo para não gerar arrependimentos.

Primeira avaliação feia é quanto ao tamanho das mamas atuais, altura da paciente; largura do tórax; espessura da pele; limitações físicas, tais como problemas na coluna e similares.

Depois conhecer o perfil da paciente se é retraída, se é ousada, se é tímida, ou sensual para que a prótese e o tamanho corresponda a individualidade de cada uma.

Em seguida, vamos definir o formato da prótese. Temos hoje no mercado vários perfis:

Perfil super alto

Esse perfil tem um maior volume em seu centro, com uma base menor e projeção alta para frente. Ele é bastante utilizado nas clínicas: as mulheres o escolhem por seu resultado ser mais evidente e volumoso.

Indicado para mulheres com tórax mais estreito, uma vez que sua base menor não avança para as laterais. Essa é uma boa opção para quem busca seios de colo bem destacados.

 

Perfil alto

Este perfil tem grande projeção — mas não tanto quanto o super alto. Assim, sua base é mais larga. Indicado para mulheres que têm o tórax em tamanho proporcional, visto que não é estreito e nem tão largo, apresentando menor volume no colo.

 

Perfil moderado

Para quem busca um resultado médio, que fique entre os perfis baixo e alto, essa é a melhor escolha. O perfil moderado tem base mais larga, porém seu volume é médio nessa região. A projeção não tem grande destaque, desenhando menos o colo. Indicado para mulheres magras e que buscam um aspecto mais natural do colo, mas com visual equilibrado: nem tão discreto, nem com muita projeção.

 

Perfil baixo

O perfil baixo tem a base bem mais larga em seu diâmetro e uma projeção bem menor dos seios. Indicado para mulheres de tórax largo que não desejam demonstrar volume no colo, sem destacar essa área ou dar projeção para frente. Normalmente, as pacientes magras e com tórax largo recorrem a essa prótese.

 

Perfil anatômico (gota)

Seu formato aproxima-se muito daquele que é natural dos seios, sem grandes destaques de contorno. Indicado para mulheres que desejam reconstruir as mamas após o câncer ou que buscam um volume discreto e natural.

 

Definido o perfil vamos definir o volume. Hoje existem no mercado próteses que variam de 150 ml a 600 ml. Os tamanhos de próteses de silicone mais usados pelas brasileiras são os médios. Se você pensar que, no mercado, temos próteses entre 150 ml e 600 ml, as preferidas são exatamente as de 350 ml.

 

Lembre-se quanto maior a prótese, mais cuidados deve se ter. É recomendado fazer exercícios físicos, o uso do sutiã para dormir e procurar sempre dar sustentação para que com o peso da prótese aumente o grau de flacidez que com a idade é normal em toda a mulher.

 

Seguindo corretamente as orientações do médico, inclusive sobre a escolha do tamanho ideal da prótese de silicone, o resultado tem grandes chances de atender todas as expectativas que você criou. E isso contribui para que você fique ainda mais bonita.

 

Benedito Figueiredo Junior é cirurgião plástico na Angiodermoplastic. CRM 4385 e RQE 1266. Email: drbeneplastica@gmail.com

 



INFORMES PUBLICITÁRIOS