Quinta-feira, 18 de Julho de 2019

PolíciaApós assassinar ex-mulher, homem supostamente planejava matar filho da vítima

Postado 1 semana atrás Fonte: Portal Sorriso

Marcos Rogério Lima, acusado de matar a ex-mulher,  Débora de Oliveira Silva, 37 anos, ontem, no distrito de Caravágio, em Sorriso, supostamente planejava assassinar também o filho mais velho da vítima (fruto de um relacionamento anterior).

No entanto, após ser cercado por policiais civis, nesta manhã, Marcos cometeu suicídio em um barracão nas proximidades do município de Nova Ubiratã. A arma usada (um revólver calibre 38) foi encontrada debaixo do joelho dele enquanto a espingarda usada para matar a ex-mulher estava escondida em um terreno baldio.

O investigador Márcio Coutinho, da Polícia Judiciária Civil (PJC) de Sorriso, disse que um parente da vítima falou ter visto Marcos em uma construção abandonada com a mesma roupa usada ontem.

Os investigadores usaram um carro descaracterizado para prenderem Marcos, mas ele percebeu a chegada da polícia e atirou na própria cabeça. “Ao chegar perto do local, tomamos as precauções devidas, e escutamos um tiro meio falho. Recuamos, demos tiros de contenção, e gritamos para que ele saísse, se entregasse, mas não obtivemos resposta. Ao chegarmos mais perto, abrimos a porta, e ele estava com a arma debaixo do joelho, já agonizando”.

O homem foi colocado na viatura e levado para a unidade médica de Ubiratã, mas não resistiu ao disparo que foi deflagrado debaixo do queixo e que supostamente transfixou o cérebro. A polícia encontrou no local uma cápsula deflagrada e outra picotada, além de várias outras no bolso da calça dele.

Já a arma usada para matar a ex-mulher estava em um terreno baldio. “É como se ele tivesse esperando para fazer alguma coisa, porque, pela nossa experiência, não teria motivo para estar ali no mesmo local onde ele matou a mulher. Nós deduzimos que ele estava para ceifar a vida de mais pessoas da família [da vítima] que era muito desafeta dele. Ontem nós recebemos a informação de que ele queria matar o filho mais velho da vítima”.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.