Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020
UNIMED MARÇO

PolíciaCaso Isabele: Licença de atiradores envolvidos é cancelada pelo Exército

Postado 1 semana atrás Fonte: redação

Até que o caso da morte de Isabele Guimarães de 14 anos ocorrida no Alphaville I no dia 12 de julho por tiro acidental dado pela amiga que´e praticante de tiro esportivo, a família Cestarie está com certificados de registros (CR)  cancelados pelo Exército.

O Exército está dando todo o suporte para a Polícia Civil referente aos registros dos envolvidos no caso. E que conforme o resultado da investigação, eles podem ter a cassação dos  certificados de registros (CR) para as atividades de Tiro Desportivo”.
  

A polícia segue tomando depoimentos para saber se o corpo foi removido de lugar, quem estava na cena do crime e ainda o que de fato aconteceu se realmente se trata de um tiro acidental. Um dos laudos da Politec aponta que o tiro que matou a menina Isabele foi dado de perto e em trejetória reta e não de cima para baixo como foi dito pela atiradora que teria caído o estojo com a arma e disparado.

A mãe de Isabele, Patricia Ramos contratou uma perícia especializada para poder entender os laudos e saber o que de fato aconteceu que resultou na morte de sua única filha.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.