Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
MALAI4

EconomiaComércio popular espera alta de 5% no Dia dos Pais

Postado 4 meses atrás Fonte: ZF

A semana que antecede o Dia dos Pais pretende movimentar ainda mais as ruas de comércio popular e shoppings de Cuiabá. Celebrada no dia 11 de agosto, a data é considerada uma das seis mais importantes do ano para o varejo. A estimativa é de que o volume de vendas aumente 5% em comparação com o mesmo período de 2018, segundo uma pesquisa interna realizada pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) com lojistas associados.

 

Em Mato Grosso, não deve ser diferente. É o que espera o presidente do Shopping Popular em Cuiabá, Sivaldo Oliveira. “O Dia dos Pais é uma data importante para nós. Ela serve de termômetro para o segundo semestre. Projetamos um incremento em torno de 5% no faturamento. Acreditamos que o desempenho será fortemente influenciado pelos segmentos de confecções, artigos esportivos e de lazer, calçados e acessórios masculinos”, pondera.   

 

Para a comerciante Patrícia Costa Lima, que atua no ramo de artigos de lazer, a data requer muito mais do que apenas disponibilizar opções – é preciso oferecer itens que também representem possibilidades de experiências em família. “Por exemplo, o kit pesca (vara e molinete) simboliza algo além do lazer. Afinal, pai e filho (a) podem vivenciar juntos a pescaria. O mesmo ocorre com as barracas para camping, os kits para churrasco, os produtos náuticos e para a piscina”, destaca. 

 

Ainda segundo o estudo da Alshop, o ticket médio de compras ficará em torno de R$160. Neste viés, Patrícia ressalta que a tendência é que a procura aumente ainda mais na véspera do Dia dos Pais. “Tem aqueles que não compraram e deixaram para a última hora. Mas, há quem está sem opção. Às vezes, o pai já tem quase tudo. Aí, essa pessoa vem em busca de uma novidade – como o cinto-canivete, que nada mais é do que um canivete em formato de cinto. Bem prático para o campo”.

 

Em relação aos pais tradicionais, a comerciante Nayane Patrícia, que trabalha no ramo de acessórios masculinos, enfatiza que certos itens continuam como queridinhos do público. “As mulheres, por exemplo, adoram comprar carteiras como opção de presente para os homens. E existem várias opções de carteiras, com preços acessíveis – a partir de R$15. Isto, além de produtos diferenciados como porta-ternos”, salienta.

 

Pensamento reiterado pela comerciante Nany Marcela, que reforça que opções não faltam. “Desde relógios, canetas, gravatas, pulseiras, mochilas até pastas executivas”, pontua. Para os pais esportistas e antenados com as tendências automotivas, o comerciante José Cordeiro dá a dica. “A novidade são as capas metalizadas para chaves de carro. Sem falar nos demais acessórios para automóveis, ciclismo, motociclismo e por aí vai”, sinaliza.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.