Domingo, 25 de Agosto de 2019

BrasilComissão do idoso realiza Colóquio contra a violência

Postado 3 meses atrás Fonte: Assessoria

A data é comemorada anualmente no dia 15 de junho como o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. A data foi instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa.

 

Pelo quinto ano consecutivo a Comissão de Direitos da Pessoa Idosa, da Câmara Municipal de Goiânia, realizará o evento V COLÓQUIO TODOS OS TIPOS DE VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO, O QUE PODEMOS FAZER?

A iniciativa é do presidente da comissão do idoso, vereador Paulo Magalhães (PSD), que  preside a comissão pelo terceiro mandato e considera a causa do idoso como prioridade em todos os aspectos. Quanto à realização do colóquio o vereador afirma que é imprescindível este tipo de evento para conscientizar cada vez mais o poder público em prol de políticas que atentem a prevenção e o combate a violência contra a pessoa idosa. “O idoso sofre todos os tipos de violência, o emocional, psicológico, o abandono e principalmente a falta de atendimento no que diz respeito a saúde, o fato de deixarmos de falar, conversar e dar atenção a um idoso, já é uma violência, fora as inúmeras denúncias que chegam as delegacias especializadas e ao ministério público, de idosos que são agredidos por familiares, isso tem que ser combatido”, afirmou Paulo Magalhães.

Na programação do colóquio, haverá palestras com representantes da Defensoria Pública do Estado de Goiás, da Delegacia Especializada ao Atendimento ao Idoso, Ministério Público Estadual, além de parlamentares estaduais federais que atuam na causa da pessoa idosa.

O evento ocorre no dia 10 de junho a partir das 13:30 na Câmara Municipal de Goiânia.

SERVIÇO:

V COLÓQUIO TODOS OS TIPOS DE VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO, O QUE PODEMOS FAZER?

QUANDO: 10 DE JUNHO

HORÁRIO: DAS 13:30 AS 15 7 HORAS

LOCAL: AUDITÓRIO JAIME CÂMARA, LOCALIZADO NA CÂMARA MUNICIPAL DE GOIÂNIA

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.