Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020
JBS

VariedadesDocumentário "Uruguai — Na Vanguarda" é o destaque de sexta, 31, no Curta!

Postado 2 semanas atrás Fonte: Katia Carneiro

Na segunda metade do século XX, assim como outros países latino-americanos, o Uruguai foi marcado por uma ditadura que reprimiu duramente os movimentos sociais e os partidos, bem como a livre reunião de pessoas e a cultura popular. Porém, a resistência se fortaleceu e, embalada pelo tambor do Candombe — ritmo de origem africana bastante popular no país —, conquistou não apenas o fim do regime militar, como também abriu caminhos para outras pautas dos movimentos sociais.  Todo esse processo político é tema do documentário “Uruguai — Na Vanguarda”. 

 

Após a retomada da democracia no país, reivindicações como a regulamentação da maconha, o matrimônio igualitário — isto é, sem distinção entre casamentos heterossexuais ou homossexuais —, a legalização do aborto e as leis de cotas para afrodescendentes entraram na agenda do então presidente José Mujica, tendo sido atendidas e implementadas no Uruguai. Assim, já no século XXI, o país passa a se posicionar na vanguarda das políticas públicas pró-direitos civis. “Uruguai — Na Vanguarda” revisita essa história, sob direção de Marco Antonio Pereira e produção da Urbano Filmes, viabilizada pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). A exibição é na Sexta da Sociedade, 31/07, às 20h.

 

 

Quinta do Pensamento – 30/07

 

21h35 – “Vocacional – Uma Aventura Humana” (Documentário)

O cineasta Toni Venturi revisita uma página emocionante e ignorada da história da educação pública no país: os seis ginásios Vocacionais do estado de São Paulo, que, na década de 1960, foram reprimidos pela ditadura militar. Concebidos por Maria Nilde Mascellani, uma das mais importantes educadoras brasileiras, os colégios tinham uma proposta à frente do seu tempo: fazer o aluno pensar, trabalhar em grupo e desenvolver a sensibilidade artística e as habilidades técnicas. Partindo do olhar pessoal do diretor, que participou dessa experiência escolar, o documentário traz depoimentos de vários ex-alunos e ex-professores e contribui para a compreensão sobre a precariedade do ensino público atual e seus desafios para o futuro. Direção: Toni Ventura. Duração: 78 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 31 de julho, sexta, às 15h35; 01 de agosto, sábado, às 22h35.

 

PROMO: https://youtu.be/BP6frMXxIm8

FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/drive/folders/1VaCyV7nAWbobkkW1Kf_dMhqOzC16Okr-?usp=sharing

 

Sexta da Sociedade – 31/07

 

20h - “Uruguai — Na Vanguarda” (documentário)

O filme mostra como os movimentos sociais no Uruguai colocaram na agenda do presidente José Mujica reivindicações como a legalização da maconha, o matrimônio igualitário, o aborto e a lei de cotas para afrodescendentes, assuntos que posicionam o país na vanguarda da luta pela justiça social no século XXI. Diretor: Marco Antonio Pereira. Duração: 71min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 01 de agosto, sábado, às 0h e 15h10; 03 de agosto, domingo, às 14h; 04 de agosto, segunda-feira, às 08h.

 

PROMO: https://youtu.be/iauL8pgbcQQ 

FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/open?id=1_M9RK9OP_bkogWZPqYGQDHZQNFHJrD04 

 

Sábado – 01/08


19h45 – “Os Ímpares: Di Melo - Emicida e Pretinho” 

Emicida cria sua versão para a música "Kilariô", faixa do disco epônimo de Di Melo, lançado em 1975. Já Pretinho da Serrinha transforma em samba "A vida em seus métodos diz calma", com a participação do próprio Di Melo. Ele conta as histórias do disco para Emicida e Pretinho Diretores: Henrique Alqualo e Isis Mello Diretor: Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 02 de agosto, domingo, às 10h45

 

PROMO: https://youtu.be/_Vp0MHgvGoA

FOTOS EM ALTA:

https://drive.google.com/drive/folders/1VmClo-9vXVXlh0Mo0cXGdSodGMQYZ_ug?usp=sharing

 

Domingo – 02/08

 

18h - “Decolonizações: O Mundo é Nosso” 

O terceiro episódio da série “Decolonizações” nos leva aos dias de hoje, a era pós colonial. Seja na Índia de Indira Gandhi, no Congo sob a influência de Mobutu ou em uma Londres abalada por motins dos bairros de imigrantes, essas histórias nos mostram como é importante falar sobre a decolonização hoje. Diretor: Karim Miské, Marc Ball e Pierre Singaravélou Duração: 52 min. Classificação: Livre. 

 

PROMO: https://youtu.be/e5G0mMkUqjM

FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/drive/folders/1-5FR6luUipUvucb1xw50s7ltQj2SYicO?usp=sharing

 

 

Sobre o Curta!

O canal Curta! é um dos novos canais brasileiros da TV paga que mais aprovou projetos para financiamento pelo Fundo Setorial do audiovisual. Até agora foram financiados, para estreia no CURTA!, mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries, atendendo à grade temática do canal: música, artes cênicas, metacinema, pensamento  em humanidades, história política e sociedade.

 

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais:

www.facebook.com/CanalCurta, https://twitter.com/canalcurta e

www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.
 

Para mais informações entre em contato

Claudia Bianco:: claudia.bianco@agenciafebre.com.br 21 99397-6985

Katia Carneiro:: katia.carneiro@agenciafebre.com.br 21 99978-2881 

Ou curta@agenciafebre.com.br 21 2555-8900

Siga-nos no Instagram @agfebre e no facebook.com/agfebre

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.