Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
NOTA CUIABANA

EsporteEstadual de Tênis de MT encerra com dois tricampeões e nova liderança feminina

Postado 2 semanas atrás Fonte: junior martins

Os tenistas Robson Nunes e Givanildo Almeida consagraram-se tricampeões nos rankings das categorias 1ª Classe Profissional e 1ª Classe, respectivamente, e Tamy Ayumi Manabe sagrou-se campeã do ranking da 1ª Classe Feminina do Circuito Estadual de Tênis 2019 de Mato Grosso, no torneio Engetech Master de Tênis, nesse último domingo (24), no Cuiabá Tênis Clube, na Capital de MT. E, segundo o presidente da FMTT, Cuiabá sediará torneio nacional no próximo ano.

Na 1ª Classe Pro(fissional), Robson Nunes, de 39 anos, foi campeão do torneio Engetech Master de Tênis após vencer Kaue Noatto, de 15 anos, por dois sets a zero e parciais de 6/4 e 6/2 na final. E, com a pontuação adquirida com a vitória, garantiu pela terceira vez o título de campeão do ranking da categoria no Circuito Estadual de Tênis (2016, 2017 e 2019). E, nas semifinais, Nunes venceu Lucas Lima por 6/2 e 6/4 e Noatto venceu Kennedy Gregório por 2/6, 6/2 e 14/12.

“Como sou professor de tênis do Kaue, eu comecei a partida final com um pouco de ansiedade. Fiquei um pouco apreensivo, ele saiu na frente no placar, mas fui me soltando aos poucos e virei o resultado. E é sempre um privilégio jogar com um tenista cerca de 24 anos mais novo. Não é fácil jogar com ele, foi preciso usar tudo que sei de tênis e a experiência contou muito ao meu favor. Graças a Deus, deu tudo certo!”, comenta o tricampeão da 1ª Classe Pro, Robson Nunes.

Na 1ª Classe, Givanildo Almeida, 57 anos, três filhas e dois netos e meio (uma das filhas está grávida) não foi o campeão do torneio Engetech Master de Tênis, mas já havia conquistado pontos suficientes para se tornar, antecipadamente, o campeão do ranking da categoria pelo terceiro ano seguido (em 2017, em 2018 e em 2019). E Rafael Lopes, 28 anos, foi o campeão do torneio após ganhar de Rafael Araújo, 14 anos, por dois sets a um e parciais de 6/2, 3/6 e 10/2 na final.

Na 1ª Classe Feminina, Tamy Ayumi Manabe, de 15 anos, consagrou-se campeã do ranking da categoria e se tornou a mais nova campeã dos últimos anos. Ela assume a posição já ocupada por Bárbara Almeida, 25 anos, nos anos de 2018 e de 2017, também por Maralice Lopes, 41 anos, no ano de 2016 e por Maria do Carmo Mendes, 56 anos, no ano de 2015. E Lara Bela Frederico, 15 anos, foi a campeã do Engetech Master após vencer Manabe por 6/0, 3/6 e 11/9 na final.

De acordo com um dos membros da diretoria da Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT), o vice-presidente técnico, Bruno França, a principal competição da instituição, o Circuito Estadual de Tênis, obteve balanço muito positivo em 2019. Segundo ele, o quantitativo de cidades-sede expandiu de cinco (em 2018) para sete (em 2019). Onde as praças de Lucas do Rio Verde e Nova Mutum somaram com Cuiabá, Sinop, Sorriso, Primavera do Leste e Rondonópolis.

“Podemos citar vários pontos positivos neste ano. Por exemplo, o aumento da força do interior no Circuito Estadual, pois foi responsável por sediar metade dos torneios do ano (oito de 16). E, dentre outros, uma mudança nos métodos da federação, que passou a funcionar com gestão compartilhada, onde todos os membros são considerados iguais e são convidados a pensar estrategicamente e a tomar decisões em conjunto. O que nos proporcionou maior integração com a comunidade de tenistas”, avalia o vice-presidente técnico, Bruno França.

Já com o próximo ano em mente, o presidente da Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT), Rivaldo Barbosa, fala que o próximo compromisso da instituição será formular o calendário de 2020 e depois ter a honradez de cumpri-lo de forma integral ao longo da temporada. Segundo ele, a FMTT trabalha com base nesse princípio de cumprir o calendário para dar segurança para todos os envolvidos no Circuito Estadual e, consequentemente, agregar credibilidade à entidade.

“Temos uma meta de torneios para realizar no próximo ano e vamos alcançá-la novamente. Inclusive, o Brasil sediará seis torneios de grande porte em 2020 e um deles será sediado em Cuiabá. Isso já acertado com a Confederação Brasileira de Tênis (CBT). Será um torneio com tenistas de alto nível, tanto masculinos quanto femininos, e previsto para ocorrer em março. E iniciaremos a divulgação em janeiro de 2020”, comemora o presidente, Rivaldo Barbosa.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.