Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
UNIMED MARÇO

VariedadesEstrutura do Festival Braseiro recebe elogios dos expositores

Postado 4 anos atrás Fonte: ASSESSORIA
Foto: REPRODUÇÃO

Faltando apenas um dia para o Festival Braseiro, as 25 equipes que vão demonstrar as mais diferentes técnicas de preparo e aproveitamento da carne, começam a finalizar os stands e demonstram entusiasmo pela estrutura que será oferecida ao público durante todo o dia deste sábado (19), em Rondonópolis (a 220km de Cuiabá).

O maior churrasco do Centro-Oeste vai “abrigar” desde chefs especializados em cortes nobres à cozinheiros de final de semana que gostam e têm experiência em fazer um bom churrasco para amigos e familiares. É o caso de Jack de Abreu Calhao, profissional liberal, que junto com com amigos de Rondonópolis e Cuiabá, vai assar aproximadamente 100kg de T-bone, um corte especial.

“A estrutura está um espetáculo, superando as nossas expectativas. Quem vir até a Arena do Festival Braseiro terá muito conforto, sem dúvida” afirmou Jack.

Um dos stands que chama atenção é composto só por mulheres e leva o nome de “Mal Passada é Com Elas”. Cristiane Rabaioli conta que é um projeto idealizado por cinco amigas, sendo que quatro trabalham internamente com carne ou agropecuária e uma é chef de cozinha.

“Vamos mostrar no Braseiro que mulheres sabem acender a churrasqueira, fazem um bom churrasco e com carne mal passada – mudando alguns conceitos de ‘churrasco&mulher\´ que as pessoas têm”, disse ela, bem-humorada.
O administrador Sérgio Roberto Masiero, que é um dos maiores entusiastas do evento, vai servir uma leitoa na estaca, que começará a ser preparada às 3h da madrugada e ficará pronta a partir das 10h, quando o evento se inicia.

“São oito horas de fogo no chão, depois a desossamos e servimos para os presentes no Festival”, explicou.

Marco Tulio, realizador do festival, ressaltou que só foi possível realizar o evento devido ao apoio dos amigos, que estão reunindo a oportunidade de fomentar o consumo da carne mato-grossense e ajudar o próximo.

“Toda renda do Festival será revertida para a construção de uma padaria na Comunidade Terapêutica Divina Providência, que trabalha com dependentes químicos. Portanto, eu tenho sorte de ter muitos amigos, que abraçam uma ideia e vão até o final. Está sendo um prazer ajudar na realizaçao do Braseiro”, afirmou.

SOBRE O FESTIVAL

O evento já é avaliado como o maior festival gastronômico da carne bovina do Centro-Oeste. Serão oferecidos 2,5 toneladas de carnes, entre cortes bovinos, suínos, ovinos, aves e peixes. Uma arena foi especialmente construída somente para abrigar o evento.

O Festival Braseiro trará como carros-chefe as técnicas da parrilla argentina, fogo de chão, churrasqueira tradicional e a defumação, além de preparos especiais de cortes nobres como Dry-aged, Brisket, Bife Ancho, Tomahawk, T-Bone Kobe, Flinston, Chuck Beef, Picanha, Costela suína Barbecue, Cordeiro na estaca, leitão na estaca, entre tantos cortes especiais.

Para os adeptos da carne branca, o evento ainda trará o famoso varal de aves e pacu na brasa. O evento é no sistema open food. Isto é, após comprar o convite, o visitante poderá comer o que desejar.

Para receber o número recorde do Centro Oeste, a grande “Arena Festival Braseiro” foi construída na saída de Rondonópolis para Campo Grande, na BR-163, KM 02, após o Posto Trevão.

O Braseiro também promete surpreender pela “pegada” cultural, com ênfase em bandas de rock, jazz e blues. Durante todo o dia, os participantes poderão degustar os melhores preparos ao som do pop rock de “Red River”; o blues e rock clássico com “Velhos Jovens”; o jazz com “The Free Blues Band”; e o sertanejo com “Caipira Country”.

Os ingressos estão sendo comercializados ao valor de R$ 200 para homens; R$ 150 para mulheres e R$ 80 para crianças de 10 a 13 anos, com entrada franca para os menores entre 0 e 10 anos.
 

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.