Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
MALAI3

Mato GrossoHMC em Cuiabá é a primeira das 20 obras do “Chave de Ouro” a ser entregue

Postado 2 semanas atrás Fonte: oziane rodrigues

Citado pelo Ministério da Saúde como uma das três maiores obras do Sistema Único de Saúde (SUS) do país, o Hospital Municipal de Cuiabá Dr. Leony Palma de Carvalho – HMC também entra para a história como a 1ª das 20 obras lançadas pelo ex-presidente da República, Michel Temer por meio do programa federal ‘Desafio Chave de Ouro’ a ser entregue totalmente concluída e em pleno funcionamento. 

Orçado em pouco mais de R$ 180 milhões, o HMC, que possui 315 leitos e capacidade para 35 mil atendimentos/mês, teve as obras impulsionadas pelo aporte de R$ 100 milhões do ‘Chave de Ouro’ e, no próximo dia 18, já passa a operar com 100% de sua capacidade total. 

O tempo recorde de construção, equipagem e funcionamento conquistado pela gestão Emanuel Pinheiro superou, por exemplo, o Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia – GO que foi construído e está sendo entregue em etapas no mesmo molde do HMC e ganhou destaque na revista Veja desta semana. 

Para o prefeito Emanuel Pinheiro nada disso seria possível sem o apoio incondicional do ex-presidente Michel Temer, conquistados por meio da articulação da bancada federal de Mato Grosso junto ao então ministro Carlos Marum. 

“O bom alinhamento político que nossa gestão teve e continua tendo com o Governo Federal aliados à sensibilidade da nossa bancada que, liderada pelos senadores Blairo Maggi e Wellington Fagundes, somados ao apoio de outros parceiros incondicionais, me ajudaram a mostrar ao então presidente Michel Temer e ministro Marum a necessidade de virarmos a página da saúde em Cuiabá. Graça a eles e a nossa equipe que fez uma força-tarefa diuturna, no próximo dia 18 entregaremos para toda a população mato-grossense o maior complexo hospitalar do Centro Oeste. Um case de sucesso que está ganhando destaque no país como exemplo para outros estados não apenas como uma Cuiabá que dá certo, mas sobretudo, como uma gestão que leva à sério o dinheiro público ao ponto de com um impulso federal avançar em 20 anos o SUS de MT”, frisou o prefeito. 

Atualmente estão em funcionamento o ambulatório com mais de 13 especialidades médicas, 180 leitos clínicos com equipamentos de última geração, farmácia satélite e o parque tecnológico de imagens, com serviços de ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia e radiografia, além de 40 leitos de UTI.

A última etapa a ser entregue no dia 18 consistirá na entrega da urgência e emergência onde funcionará o novo Pronto Socorro, 06 salas cirúrgicas, CME e 13 leitos de recuperação pós-anestésico.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.