Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020
JBS

EsporteInstituto de artes marciais é beneficiado com Troco Solidário do Fort Atacadista

Postado 3 semanas atrás Fonte: Luciane Mildenberger

O Instituto Don Fisher de Artes Marciais recebeu o valor arrecadado pela campanha Troco Solidário que, junto aos clientes do Fort Atacadista de Mato Grosso, alcançou o montante de R$ R$ 25.945,26. A arrecadação ocorreu no primeiro semestre deste ano nas lojas da rede em Cuiabá e Várzea Grande. A próxima instituição filantrópica a participar da ação social, que acontece a cada seis meses, será a Casas Caminho Redentor.

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a entrega simbólica do cheque, que aconteceu na última sexta-feira (17.07), na loja da Avenida Fernando Corrêa, em Cuiabá, contou com participação reduzida tanto da equipe do Fort, quanto dos beneficiados, com o objetivo de evitar aglomeração, seguindo todas as orientações de biossegurança.

“Para nós do Fort Atacadista é uma imensa satisfação poder mais uma vez ajudar uma instituição carente que depende de apoio para sobreviver, principalmente nesse momento em que vivemos”, afirmou o gerente regional da rede em Mato Grosso, Gustavo Desidério.

Segundo ele, a campanha Troco Solidário é realizada pela equipe com muito empenho e dedicação, em especial pelas operadoras de caixa, responsáveis pela divulgação da instituição e pedido da arrecadação ao final da compra aos clientes. “A equipe explica com muito amor e carinho sobre a ação, pois sabe que o dinheiro vai parar realmente nas mãos das pessoas responsáveis pelas instituições e que servirão para suprir muitas necessidades”, ressaltou Desidério.

Nessa campanha, quem conseguiu arrecadar mais doações, cerca de R$ 2,2 mil foi a operadora de caixa Lizânia Lúcia Costa Santos. Mesmo com apenas 10 meses de empresa, ela procurou passar todas as informações aos clientes sobre a entidade, para que doassem. “Sempre explicava para todos os clientes que o troco realmente é entregue para a instituição. Acho que se não fosse por essa pandemia a arrecadação poderia ter sido maior”, apontou Lizânia, que recebeu uma lembrança pelo primeiro lugar na arrecadação.

Para quem é contemplado, o valor significa um alívio. “Já disse que o Fort Atacadista, através do Troco Solidário, é um farol em meio a escuridão. Estamos precisando muito desse dinheiro para quitar dívidas”, reiterou o mestre Don Fischer, fundador e responsável pelo instituto de artes marciais.

A entidade fica no bairro CPA 2 e atende cerca de 60 crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos em situação de vulnerabilidade social. Elas aprendem valores como disciplina, hierarquia e respeito, por meio das artes marciais.

Próxima Instituição

A Casas Caminho Redentor será agraciada com a próxima edição da ação social. A esperança, da presidente Soledade Amadeo, é de que o valor seja suficiente para atender as necessidades por um período. “Cuidamos atualmente de 30 acolhidos, entre idosos e crianças portadores de lesões físicas ou cerebrais em situação de risco familiar. Eles precisam de cuidados especiais e para isso temos funcionários, que recebem salários, então toda ajuda é bem-vinda”, explicou.

A instituição está localizada no bairro Nova Esperança, em Cuiabá, e tem 34 anos de fundação. É mantida através de doações materiais e pecuniárias. Voluntários também auxiliam nas atividades, porém, atualmente não podem participar, em virtude da saúde frágil dos acolhidos.

Troco Solidário – O projeto realizado pelo Fort Atacadista e pelo Comper, empresas do Grupo Pereira, desde 2007, já arrecadou mais de R$ 11 milhões, que foram repassados para 300 instituições de caridade, impactando e promovendo a melhoria da qualidade de vida de mais de 250 mil pessoas nos estados em que o Grupo está presente.

 

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.