Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019
MALAI4

Política Ministro da infraestrutura destaca investimentos em ferrovias e rodovias em MT

Postado 4 semanas atrás Fonte: Jardel P. Arruda

 

Em reunião solicitada pelo deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) e comitiva do município de Tangará da Serra (distante 240 km da Capital), nesta quarta-feira (16.10), o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, garantiu que Mato Grosso está entre os estados brasileiros que mais receberão investimentos do governo Jair Bolsonaro na área de infraestrutura.

Ao lado do suplente de deputado federal Vander Masson e do ex-deputado estadual Saturnino Masson, Dr. Leonardo pediu investimentos e apoio para a federalização de 708 km de rodovias estaduais que ligam Jangada-Castanheira, passando por Tangará da Serra. Projeto do parlamentar (PL 3371/2019) em tramitação na Câmara dos Deputados pretende federalizar trechos das rodovias 246, 343, 358, 364 e 170 e transformá-las em BR-364. Também participaram do encontro o deputado federal José Medeiros e o deputado estadual Xuxu Dalmolin.

“Viemos aqui solicitar o apoio do Ministério da Infraestrutura porque o Governo Federal possui mais recursos para investir na construção e manutenção de rodovias, o que vai garantir um salto econômico para a região" afirmou Dr. Leonardo. Os trechos devem beneficiar as cidades de Barra do Bugres,  Assari, Nova Olímpia, Tangará da Serra, Campo Novo do Parecis, Brasnorte, Juína e Castanheira.

O ministro observou que recursos já estão sendo aplicados na ampliação da malha ferroviária e em rodovias para fortalecer o potencial produtivo do estado. Já sobre a federalização das rodovias que visa acelerar o desenvolvimento do Médio Norte e conectá-lo ao Noroeste de Mato Grosso, Tarcísio de Freitas disse que o governo trabalha com responsabilidade e vai, primeiro, focar no planejamento já em execução. Num segundo momento, o ministro da Infraestrutura não descarta colocar em prática a proposta da comitiva de Tangará da Serra.

Entre as ações para melhoria da infraestrutura e logística que vão garantir um avanço no processo de escoamento de grãos do Estado, o ministro afirmou que o governo federal trabalha para assinar, ainda este ano, o contrato para construção da Ferrovia Centro-Oeste, com previsão de início das obras já em 2020. A Fico terá quase 400 quilômetros e deverá ligar Água Boa (MT) ao município de Campinorte, em Goiás.

Além da Fico, o ministro destacou a Ferrogrão, que ligará a cidade de Sinop ao porto de Miritituba (PA), e que terá o processo licitatório pronto até o início de 2020. Se viabilizadas as obras, a Ferrogrão deverá passar por Cuiabá e ser estendida até Lucas do Rio Verde, totalizando 1.180 km de extensão.

A Ferrogrão e a Fico estão entre os mais importantes projetos ferroviários para o escoamento de commodities do Brasil. Em relação às rodovias federais, o governo prometeu investimentos para pavimentação da BR-174, no Nortão de Mato Grosso, e o estudo de uma saída para concessão da BR-163.

“Estamos felizes com os investimentos. Vamos acompanhar tudo de perto. E continuaremos nosso trabalho para convencer a União da viabilidade econômica do nosso projeto de federalização que vai beneficiar 13 cidades que movimentam bilhões do agronegócio”, finalizou Dr. Leonardo.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.