Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
NOTA CUIABANA

Política Misael Galvão não acata convocação de secretário para esclarecer atraso de R$ 572 mil ao Hospital Geral

Postado 2 semanas atrás Fonte: assessoria

O vereador Diego Guimarães (Progressistas) apresentou requerimento de convocação do secretário de Saúde do Município, Luiz Possas, para que ele esclareça o atraso de sete parcelas dos incentivos municipais de UTI ao Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá, dívida que chega a R$ 572 mil reais. 


Os valores deveriam ter sido repassados até o final de agosto e a direção do Hospital geral afirma que tentou todas as alternativas para resolver a situação. “Não tivemos alternativa a não ser notificar extrajudicialmente a SMS e a Prefeitura. Pois estamos buscando a resolução desse impasse para que o HG possa continuar de portas abertas”, afirmou a direção do hospital. 


A convocação do chefe da pasta também terá como foco esclarecer a falta de medicamentos em unidades de saúde. Em julho, o vereador solicitou informações sobre a falta de medicamentos e materiais básicos ao atendimento à população nas unidades de saúde do município de Cuiabá, tais como: Losartana potássica, Hidrocloritiazida, Sulfato ferroso, Glibenclamida, Amoxicilina xarope, Luvas, Lancetas, Compressas, Gases, Seringa para insulina, Fluconazol, Papel crepado para esterilização, Lençol (papel), Soro fisiológico (100 mL), Metronidazol (geleia), Dexametasona (pomada), Neomicina (pomada) e Algodão.


De acordo com a própria Secretaria, a falta destes medicamentos estaria se dando pela falta de pagamento dos fornecedores. “Com relação aos outros artigos citados, estão com estoque zerado no CDMIC, pois as empresas vencedoras dos pregões não estão entregando os itens por falta de pagamento”, respondeu a secretária de saúde.
 

De acordo com o vereador, é preciso que Possas explique qual a real situação financeira da saúde em Cuiabá. “É preciso que seja esclarecido porque essa falta de pagamento está acontecendo no município. Não tem recursos ou é a má gestão deles?”, explicou o vereador.

 

O presidente da Câmara de Vereadores, Misael Galvão (PSB), porém, não aceitou o requerimento do vereador Diego Guimarães para que o secretário viesse ao parlamento. “O presidente não entende que isso é importante”.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.