Sexta-feira, 03 de Abril de 2020
ENERGISA CORONA

Política“Não há elementos para cassação do vereador Abílio”, defende deputado

Postado 2 meses atrás Fonte: Ediana Thanara

O encontro do deputado estadual Ulysses Moraes com o vereador Abílio Júnior foi compartilhado pelas redes sociais do parlamentar na tarde deste domingo, 16. Abílio está sendo cassado pela justificativa de apresentar comportamento incoerente com a função parlamentar. Mas de acordo com o vereador, a decisão é política e não técnica.

No encontro, o vereador afirma que aceleraram seu processo de cassação e arquivaram o processo de cassação do prefeito, acusado de colocar dinheiro sem origem nos bolsos do paletó. Abílio afirma que poderia não exercer seu mandato, mas que ao exercer seu papel, onde graves denúncias foram descobertas e arquivadas para proteger quem trabalha contra a população de Cuiabá.

“Hoje estou como deputado, mais sou advogado e conheço a lei. Não há elementos que comprovem a má conduta para cassação do vereador Abílio. A Câmara Municipal envergonhou a capital quando votou para manter o prefeito no cargo, e agora mais uma vez cassando um vereador por exercer sua função. Recentemente estive em uma escola e tivemos dificuldade para fiscalizar. A população precisa entender qual a função do parlamentar. Tirar o poder de fiscalização, é tirar nossa função”, expõe Ulysses.

Durante o encontro o vereador afirmou que decide trabalhar todos os dias, mesmo sendo ameaçado de morte e sofrendo violência física de seus colegas de parlamento, e chama atenção para que a população participe, pois os demais vereadores tem medo de protestos e atos públicos contra a administração pública.

Vereadores são eleitos para representar a população, realizando o trabalho de intermediação entre a população e o poder executivo municipal, fiscalizando e auxiliando o eleitor no exercício da cidadania. Uma manifestação de apoio contra a cassação do vereador está sendo organizada para ocorrer nesta terça-feira na frente da Câmara Municipal de Cuiabá às 8h.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.