Segunda-feira, 17 de Junho de 2019

EsportePaulista e Cuiabano conquistam prêmios em internacional de Xadrez

Postado 2 semanas atrás Fonte: junior martins

Com 123 competidores de cinco países e de quatorze estados brasileiros e mais Distrito Federal, o Aberto do Brasil STD Contaud 2019, que foi organizado pela Federação Mato-grossense de Xadrez (FMTX) e realizado nesse último fim de semana, de 31 de maio a 02 de junho, no Paiaguás Palace Hotel, em Cuiabá, bateu diversos recordes e se tornou marco da modalidade em Mato Grosso. E Armen Proudian e Clécio dos Santos foram dois dos premiados pelos resultados.

O campeão absoluto foi o paulista, Armen Proudian, um bancário de 25 anos de idade e que, entre os inscritos nesse torneio, detinha a 13ª melhor pontuação no rating nacional. E, segundo ele, que faturou o prêmio de cinco mil reais, o Aberto Contaud chama atenção por ser tradicional, ter periodicidade quase anual, dar boa premiação em dinheiro e contar com participantes de alto nível técnico.

“Treinamento, muito estudo, prática e persistência emocional são fundamentais para se tornar um bom atleta de xadrez. Atualmente, tenho a titulação de Mestre Fide (MF), mas já adquiri a pontuação necessária para ser Mestre Internacional (MI). O torneio foi bem organizado e teve a participação de muitos titulados e de Grandes Mestres (GM). Agora é importante analisar as próprias partidas como forma de estudo”, comentou o campeão absoluto do Contaud, Armen Proudian.

De acordo com o presidente da Federação Mato-grossense de Xadrez (FMTX), Higor Carlos de Almeida, o Aberto do Brasil STD Contaud 2019 bateu todos os recordes de torneios no estado. Segundo ele, foi o maior da história de Mato Grosso por quantidade de inscritos (123), por maior quantia de atletas titulados (29), o que gera maior nível técnico, e pela maior premiação em dinheiro (22 mil).

“Assumi a presidência neste ano e foi minha primeira experiência como gestor na organização de um evento. O torneio ocorreu sem percalços, deu tudo certo, foram só elogios dos jogadores e isso nos dá credibilidade para organizarmos eventos ainda maiores. Agora nós pretendemos fomentar o xadrez do estado com a realização de um estadual com rating Fide e queremos um Contaud ainda maior no próximo ano”, avaliou o presidente, Higor de Almeida.

Para o enxadrista que recebeu a premiação de melhor resultado entre os mato-grossenses, Clécio Franca dos Santos, um estudante universitário de 20 anos, que começou a jogar xadrez aos 14 anos e nunca tinha participado de um torneio tão forte e com tantos jogadores titulados, Mato Grosso foi bem representado por vários enxadristas e estão todos de parabéns por terem tido bons jogos.

Contexto

Conforme o diretor do torneio e ex-presidente da Federação Mato-grossense de Xadrez (FMTX), Cleiton Marino Santana, a organização do xadrez no estado foi restabelecida quando um novo grupo assumiu a instituição em 2015. Segundo ele, de lá para cá, foram reconstituídos todos os procedimentos jurídicos que são imprescindíveis ao andamento administrativo, como, por exemplo, ter CNPJ e conta bancária, e também a organização sistemática de capacitações e eventos.

“Temos professores de xadrez treinados e capacitados presentes em 52 cidades de MT. Foi o que nos possibilitou avançar de forma significativa no nível dos jogadores. Também promovemos a descentralização do xadrez, que antes era centralizado em Cuiabá, e agora também está no interior. Temos bons atletas tanto na capital quanto no interior”, diz o diretor e ex-presidente, Cleiton Santana.

O Aberto do Brasil STD Contaud 2019 foi feito pela Federação Mato-grossense de Xadrez (FMTX) e patrocinado pela Contaud – Contabilidade e Auditoria, que é um grupo que atua desde 1981 em Mato Grosso. Fotografias, matérias e outras informações estão disponíveis na página da federação no Facebook.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.