Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019
MALAI

Mato GrossoSeminário trata sobre os impactos da transformação digital no turismo

Postado 1 semana atrás Fonte: Luiza Menezes

No fim de novembro, o Programa Investe Turismo, fruto da parceria entre Sebrae, Ministério do Turismo, Embratur e governo de Mato Grosso, realizou a última ação de 2019: o Seminário Turismo 4.0, que abordou a questão do uso da tecnologia para agilizar processos, otimizar recursos e oferecer as melhores experiências para os clientes. Além disso, o evento também contou com uma Jornada de Negócios entre os empresários e representantes do poder público de Poconé, Cáceres, Cuiabá, Chapada dos Guimarães e Nobres. 

A ação também contou com a presença do Secretario Adjunto de Turismo de Mato Grosso, Jefferson Preza Moreno, que enfatizou a importância dos empresários entenderem o momento que o mercado turístico vive e o impacto que a tecnologia causa. “É muito bom a gente fazer um ciclo de rodada de negócios para os empresários começarem entender a nova era do mercado. A disponibilização de dados do turismo, que é uma dificuldade que nós temos, e com a questão da tecnologia 4.0 nós começamos a discutir uma nova esfera do turismo. Um novo plano de marketing, de mídia, de negócios para o turismo começa a ser traçado. Tenho certeza que MT vai dar um passo muito grande com essas parcerias”.  

Para a gestora do Programa Investe Turismo do Sebrae MT, Marisbeth Maria Gonçalves, Mato Grosso possui grandes desafios na área do turismo, mas também grandes oportunidades. “Em 2019, nós desenvolvemos várias ações, principalmente, no eixo Fortalecimento da Governança (que engloba poder público, iniciativa privada e terceiro setor). Porquê a governança é a base do desenvolvimento do turismo e quando ela é forte em um município nós conseguimos transformar o destino”. A gestora ainda destacou as consultorias realizadas nos cinco municípios participantes nas áreas de gestão comercial e atendimento.  

O Seminário Turismo 4.0 teve início com a palestra “Canais de Vendas no Turismo 4.0”, com a CEO da Go Consultoria, Gabriela Otto. Durante o bate-papo, de forma ampla, Gabriela apresentou os diversos canais de serviços turísticos, as vantagens e desvantagens das OTAs (Online Travel Agencies), importância dos canais próprios e como gerenciar canais de distribuição. “A gente está falando de um ambiente complexo, com soluções possíveis para no final das contas ganhar mais dinheiro. O mercado está extremamente dinâmico e conectado e você tem que estar em todos os lugares. Mas a gente precisa saber como estar. Entender que tipo de canal te dá faturamento e que tipo de canal te dá lucro, pois o custo de cada canal, de cada caminho que a reserva faz até chegar ao negócio tem um custo”, reforçou Gabriela.

A segunda palestra foi com o especialista em vendas, Erik Penna, que mostrou o “Atendimento Mágico no Turismo”, e abordou o modelo Disney de encantar clientes. Para Penna a experiência é fundamental no turismo: “não adianta a empresa focar só em um segmento para atender com excelência, mas trabalhar como um todo para atuar de forma conjunta para atender as expectativas e se possível até surpreender o cliente. E surpreender é fazer mais do que o cliente espera”, afirma o especialista.

Entre as duas palestras ocorreu a Jornada de Negócios um momento onde os empresários e representantes do poder público de Poconé, Cáceres, Cuiabá, Chapada dos Guimarães e Nobres foram incentivados conhecerem um pouco mais sobre cada um dos destinos, além de reforçar a rede de conexão entre os empresários dos municípios. Para a empreendedora Sônia Bezerra dos Anjos de Chapada dos Guimarães as ações do Programa Investe  Turismo estão fortalecendo os destinos de Mato Grosso. “Além dessa integração entre os municípios, os empresários de cada região estão mais unidos e interagindo mais. O Investe Turismo veio no momento certoe nós estamos aproveitando cada oportunidade do programa”, ressalta Sônia. 

Já para o Secretário de Turismo de Nobres, Daniel Martins Cruz, evidência que antigamente cada município trabalhava de forma isolada e tentando sobreviver ao mercado. “Com o Investe Turismo, temos a oportunidade de estarmos juntos. Os principais atrativos de MT pensando estratégias para um desenvolvimento coletivo. Então, com essa força a gente acredita que vai continuar avançando cada vez mais para o desenvolvimento da maior cadeia produtiva do Estado, que é o turismo e que gera muitos empregos.

Programa Investe Turismo

É uma parceria entre o Ministério do Turismo, Embratur, Sebrae Nacional e em Mato Grosso é operacionalizado pelo trabalho em conjunto com Secretaria Adjunta de Turismo do Estado, Sebrae MT e Secretarias Municipais do Turismo dos municípios que integram a Rota Pantanal Norte – Chapada dos Guimarães: Cuiabá, Cáceres, Chapada do Guimarães, Nobres e Poconé. 

Entre as ações desenvolvidas estão estratégias organizadas em quatro linhas de trabalho: o fortalecimento da governança, por meio de uma agenda estratégica entre setor público e privado; a melhoria dos serviços e atrativos turísticos, com foco especial nas micro e pequenas empresas; marketing e apoio à comercialização, por meio de campanhas, produção de inteligência mercadológica e participação em eventos estratégicos; além da atração de investimentos e apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento.

Além disso, o programa também possibilitará a entrega de um Plano Integrado de Posicionamento de Imagem do Brasil, um Plano Nacional de Atração de Investimentos e a implantação de um Mapa do Turismo Inteligente.

Nacionalmente, o programa irá atender 30 rotas estratégicas, 158 destinos e o investimento é de R$ 200 milhões para todo o país. A ideia é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística. Na região Centro-Oeste, o pacote de ações vai atender 18 municípios de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, além do Distrito Federal.

 

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.