Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2020
MALAI2

EsporteSheik e Mendonza podem ficar fora da fase final

Postado 5 anos atrás Fonte: BAND
Foto: FOLHA PRESS

Emerson Sheik e Mendonza foram denunciados pela Conmebol nesta segunda-feira por conduta violenta, na derrota para o São Paulo por 2 a 0, no Morumbi, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. A punição prevê pena mínima de três partidas de suspensão e máxima de seis jogos. O departamento jurídico do clube prepara a defesa dos dois atletas para enviar até quarta-feira, prazo estipulado pela entidade sul-americana. O advogado do clube, João Zanforlim, explicou qual estratégia vai adotar para tentar livrar os alvinegros de punições. “Vou fazer a defesa e mandar até quarta-feira. Vou provar, através dos vídeos, que não houve jogada violenta”, disse em entrevista ao Portal da Band. Ele vai tentar fazer com que os jogadores tenham uma pena mais branda para a sequência da competição. “Vou pedir desclassificação para o artigo de conduta antidesportiva, cuja pena é de uma partida”. O artigo 10 do Código Disciplinar da Conmebol estabelece suspensão de uma partida por atitude antidesportiva (ofender rival) ou por jogada brusca (uso exagerado de força). Neste mesmo artigo é informado que a punição pode ser aumentada em caso de conduta violenta ou agressão ao adversário. Sheik recebeu cartão vermelho aos 19 minutos do primeiro tempo, após colocar a perna para o zagueiro Rafael Tolói cair, após uma jogada de disputa, na qual o corintiano tomou um pisão do são-paulino. Mendoza entrou no segundo tempo e saiu de campo após uma confusão com Luis Fabiano, também expulso de campo, após o segundo amarelo - antes ele havia sido advertido por ter reclamado com o bandeira. O colombiano, que estava de costas na linha lateral sendo marcado pelo 9 do time tricolor, jogou seu braço para trás, depois de ser empurrado, mas não acertou o adversário, que, ainda assim, se jogou no chão como se tivesse sido atingido. O Corinthians volta a campo pela Libertadores no dia 6 de maio, contra o Guarani (PAR), pelas oitavas de final.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.