Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

Mato GrossoTecnologia Blockchain vai mudar a realidade de setores como o direito, o agronegócio e a indústria

Postado 7 dias atrás Fonte: RAFAEL MARTINS

A quarta revolução industrial já está acontecendo através do uso de tecnologia. Uma dessas tecnologias que surgiu nos últimos anos no mercado e deve revolucionar vários setores da economia, é o blockchain.

 

O blockchain é um banco de dados e sua principal característica é a segurança. Isso porque as informações que são inseridas nele são criptografadas, distribuídas para vários servidores ao redor do mundo e seria preciso um esforço computacional gigante para alterar algum dado.

 

Parece algo simples, mas esse super banco de dados vai provocar mudanças em setores como no agronegócio, quando o assunto é rastreabilidade de alimentos, no direito quando se fala em contratos inteligentes e ambiente regulatório tecnológico e na indústria, promovendo a inteligência artificial e a realidade aumentada.

 

Já existe hoje uma demanda desses mercados para o uso dessas tecnologias. O próximo passo é a implementação, que só será possível se toda a cadeia fizer parte do processo. “No caso da segurança alimentar, por exemplo, o consumidor quer saber onde aquele frango foi produzido, o dia do abate, como foi feito o processamento, como aconteceu a logística. Essas informações só chegarão à mão de quem está comprando se toda a cadeia produtiva fizer o uso do blockchain”, explica Rafael Martins, CEO do Blockmeet MT.

 

Os eventos de tecnologia hoje no Brasil estão concentrados em São Paulo e atendem a realidade daquele público. “A ideia do Blockmeet MT é justamente trazer informação, discutir essas novas tecnologias na nossa realidade, para que as empresas, os líderes, os empreendedores, os estudantes de Mato Grosso estejam preparados para as novidades do mercado”, conclui Rafael.

 

Blockmeet MT

O primeiro evento de tecnologias emergentes de Mato Grosso acontecerá no dia 22 de agosto, a partir das 8h, no Centro de Convenções da Fatec/Senai e conta com o apoio institucional do Senai, Sebrae, Embrapa, Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Empresa Mato-grossense de Tecnologia e Informação e Senar.

 

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.