Funcionários de hotel do Brasil em Tóquio testam positivo para covid

Um foco de coronavírus em um hotel do Japão onde dezenas de membros da delegação olímpica do Brasil estão hospedados provoca novas preocupações com infecções durante o que a principal autoridade olímpica do mundo prometeu nesta quarta-feira (14) que serão Jogos "históricos".

Pouco mais de uma semana antes da cerimônia de abertura, novos casos ligados aos Jogos e infecções em alta em Tóquio ressaltam os riscos de sediar o maior evento esportivo do planeta durante uma pandemia, mesmo sem espectadores nos locais de competição.

Mas a delegação brasileira de 31 integrantes, que inclui atletas de judô, está em uma "bolha" no hotel, separada dos outros hóspedes, e não foi infectada.

Tóquio, cidade-sede onde um estado de emergência foi imposto até depois do final da Olimpíada, em 8 de agosto, também registrou 1.149 casos novos de covid-19 nesta quarta-feira, a maior quantidade em quase seis meses.

Variantes altamente contagiosas do vírus atiçam a onda mais recente de infecções, e a incapacidade de vacinar as pessoa mais rápido deixa a população vulnerável. 

 

FOTO REUTERS/EDGAR SU



ENQUETE

Você pretende se vacinar?
PARCIAL