Japão registra recorde de casos de Covid em meio às Olimpíadas

O Japão confirmou quase 10 mil novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira (29), um novo recorde na pandemia, com a capital Tóquio registrando recorde de infectados pelo terceiro dia seguido.

Os números ampliam a pressão sobre a organização dos Jogos Olímpicos e o governo japonês, já que a maioria da população era contra a realização do evento no pior momento da pandemia no país.

A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, pediu aos organizadores na quarta-feira (28) para não sobrecarregarem os hospitais de capital japonesa, disse que o sistema de saúde está sob forte estresse e estima que os casos podem chegar a 4,5 mil por dia na cidade em agosto.

Organizadores dos Jogos se defendem
Mas o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, afirmou nesta quinta que não vê as Olimpíadas de Tóquio contribuindo para um aumento dos casos.

Já o Comitê Olímpico Internacional (COI) e comitê organizador das Olimpíadas garantiram que os Jogos não estão afetando o sistema de saúde japonês. Foram confirmados mais 24 casos de Covid-19 em pessoas ligadas aos Jogos, e o total de infectados subiu para 200.

As Olimpíadas deveriam ter sido realizadas em 2020, mas foram adiadas em um ano por causa da pandemia, e a maior parte das competições têm ocorrido sem torcida porque a região de Tóquio está sob estado de emergência.

A capital japonesa está com restrições no horário de funcionamento de bares e restaurantes e com proibição da venda de bebidas alcoólicas. A rede de televisão NHK diz que, com a alta de casos, o estado de emergência será ampliado para mais quatro regiões.

Recordes no Japão e em Tóquio
O Japão registrou 9.675 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o "Our World in Data", projeto ligado à Universidade de Oxford. Até então, o país nunca tinha confirmado mais de 8 mil infectados em um único dia.

Já a capital Tóquio anunciou um recorde de 3.865 infecções nesta quinta, uma alta de 23,5% em relação aos 3.177 casos do dia anterior.


É o terceiro dia seguido de recorde, pois na terça-feira (27) a sede dos Jogos já havia confirmado 2.848 infectados. Até então, o maior número de novos infectados eram os 2.520 registrados em 7 de janeiro.

Mortes e vacinação
Apesar da alta no contágio, o Japão tem conseguido evitar uma explosão no número de mortes, como foi visto em outros países. O país confirmou 78 óbitos nas últimas 24 horas, bem abaixo do recorde de 248 vítimas da Covid-19 registrado em 1º de janeiro.

Mas a vacinação ainda caminha a passos lentos. Menos de 38% da população recebeu ao menos uma dose até o momento, e só 26% estão completamente imunizada.

A porcentagem está acima da média mundial (27% e 14%, respectivamente), mas muito abaixo de países como Uruguai (73% e 62%), Reino Unido (68% e 55%) e Israel (66% e 62%).

foto reprodução 



ENQUETE

Você pretende se vacinar?
PARCIAL