Avallone tem contas de 2018 reprovadas

O deputado Carlos Avallone(PSDB) teve as contas da campanha de 2018 reprovadas pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) e ainda terá que pagar uma multa eleitoral de R$ 91,1 mil.

A corte seguiu o voto do relator, juiz federal Fábio Henrique Rodrigues de Moraes Fiorenza.

Ele inclusive já está cassado pelo TRE desde dezembro do ano passado por caixa 2 e abuso de poder econômico nas eleições de 2018.

A cassação foi motivada pela apreensão, ocorrida no dia 4 de outubro de 2018, de R$ 89,9 mil em um carro cheio de adesivos do então candidato, na BR-070, em Poconé.

Em seu voto, Fábio Fiorenza afirmou que seria “ofensivo contra a lógica jurídica” que o mesmo órgão julgador que cassou o mandato de Avalone ignorasse esse fato em sua prestação de contas.

O CASO

A apreensão feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi feita em Gol de cor prata, com três pessoas dentro, os policiais perceberam o nervosismo dos ocupantes e resolveram fazer uma revista e acharam com eles uma mochila contendo o valor de R$ 89.900,00, além de santinhos de Avallone.


foto reprodução 



ENQUETE

Você pretende se vacinar?
PARCIAL