Empresário que morreu em queda de avião em SP era acionista da Rumo

O empresário Celso Silveira Mello Filho, que morreu nesta terça-feira (14), junto com sua família, piloto e co-piloto, em uma acidente aéreo em Piracicaba (SP), é acionista da Cosan, que detém parte do capital da Rumo Logística, empresa que fará a ferrovia estadual do governador Mauro Mendes (DEM) que ligará Cuiabá aos municípios de Rondonópolis, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, em um traçado de 730 quilômetros.

O seu irmão, Rubens Ometto Silveira Mello, é o presidente do Conselho de Administração. Os outros mortos são: a mulher do empresário, Maria Luiza Meneghel, os três filhos (Celso, Fernando e Camila), o piloto Celso Carloni e o copiloto Giovani Gulo.

Confira a nota da Cosan:

“Com enorme pesar, a Cosan informa que o empresário Celso Silveira Mello Filho estava com a família na aeronave King Air 360 que caiu hoje, às 10h, em Piracicaba, causando a morte de todos os ocupantes. Celso era acionista e irmão do presidente do Conselho de Administração da companhia, Rubens Ometto Silveira Mello. Também estavam no avião a esposa de Celso, Maria Luiza Meneghel, seus três filhos, Celso, Fernando e Camila, o piloto Celso Elias Carloni e o copiloto Giovani Gulo”.

 

FOTO: DIVULGAÇÃO



ENQUETE

Você pretende se vacinar?
PARCIAL