Marcelo Bussiki deixa Democratas após fusão com PSL

A fusão do DEM com o PSL já começou a gerar debandada de filiados. Um deles é o  ex-vereador por Cuiabá Marcelo Bussiki  que deixou o Democratas por não acreditar no partido novo denominado União Brasil.

Segundo Bussiki, o movimento foi necessário para viabilizar sua candidatura à Assembleia Legislativa em 2022.

 

Ele parece que não vai ficar muito tempo na pista, já que  recebeu convites do Republicanos, Solidariedade, Cidadania e Podemos, mas que analisa o cenário político e deverá tomar uma decisão apenas em março de 2022.

Ele quer concorrer a uma vaga na AL, mas quer estar alinhado ao projeto de reeleição do governador Mauro Mendes (DEM).

 

“Com essa fusão, o partido terá seis deputados e qualquer tipo de candidatura fica inviável”, afirmou.

 

foto reprodução



ENQUETE

Você pretende se vacinar?
PARCIAL