Sexta-feira, 03 de Abril de 2020
ENERGISA CORONA

PolíciaHomem que arrancou coração de tia tem que ser tratado o resto da vida, diz psiquiatra

Postado 1 mês atrás Fonte: redação

Laudo dado pela psiquiatra Luana Peres Frick, da Politec que avaliou o  assassino confesso Lumar Costa da Silva, que matou e arrancou o coração da tia dele, Maria Zélia, de 55 anos de idade, no dia 2 de julho de 2019, em Sorriso, aponta que ele não tem a menor condição de conviver em sociedade e que deve passar por tratamento psiquiátrico o resto da vida.

O laudo foi enviado para a juíza da 1ª Vara Criminal de Sorriso, Emanuelle Chiaradia Navarro Mano no dia 22 de fevereiro de 2020. A psiquiatra recomenda que o acusado seja encaminhado imediatamente para tratamento psiquiátrico vitalício já que foi diagnosticado com transtorno afetivo bipolar, após passar por exame de insanidade mental.

Lumar disse que sofreu agressões por parte da mãe na infância. O pai disse que ele era introspectivo. 

Ele ainda declarou que em Sorriso "tinha insônia e alucinações" e que escutava vozes.

No dia do crime ele contou que havia usado LSD.

A tia Maria Zélia que foi assassinada ao descobrir que ele usava drogas mandou ele embora e por isso ele cometeu o crime.Furtou R$ 800 da tia e ainda levou o coração de Zélia para a prima, filha da vítima. Roubou o carro da prima e tentou sequestrar a filha dela, uma menina de 7 anos. Com o carro ele bateu numa subestação de energia tentando incendiar o local. 

Lumar foi preso e transferido para a Penitenciária Osvaldo Florentino Leite, o Ferrugem, em Sinop, onde segue detido.

A justiça deve agora decidir se vai mantê-lo preso no Ferrugem ou se o encaminhará para uma unidade psiquiátrica.

 

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.