Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2020
MALAI

EsporteAtletas do ‘Jiu Jitsu Rotam’ conquistam 49 medalhas em competição estadual

Postado 1 mês atrás Fonte: Greyce Lima

Alunos-atletas do projeto social da Polícia Militar ‘Jiu Jitsu Rotam’ conquistaram 49 medalhas na 3º Etapa Estadual do Campeonato Jiu- Jitsu Esportivo, realizado no domingo (08.12), no Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá.

A competição marcada por lutas de diferentes modalidades contou com a participação de 84 atletas do projeto desenvolvido pelo Batalhão Rotam da PM. Das 49 medalhas conquistadas; 19 são de ouro, 22 de prata e oito de bronze.

As vésperas de completar cinco anos de idade, o atleta Luigi Araújo Oliveira, conquistou sua primeira medalha no estadual, categoria Pré-Mirin Pluma. A mãe do pequeno atleta, Daiana Araujo conta que toda a família ficou eufórica ao testemunhar a vitória de Luigi no tatame.

“Nossa, ficamos eufóricos e emocionados em ver o Luigi vencendo seu adversário na competição. A nossa outra filha de 10 anos também faz parte do projeto da Rotam e também ganhou bronze na competição. Os dois são nosso orgulho. A cada treino com policiais  eles aprendem um principio novo, as crianças estão mais disciplinadas” ressalta orgulhosa a mãe. 

 

O coordenador do Projeto da PM ‘Jiu-Jitsu Rotam’, sargento Roderick Cardoso conta que a competição não intimidou os atletas rotanzeiros.“O projeto Jiu-Jitsu Rotam vem se consolidando com vitórias, desde seu primeiro ano, quando iniciamos essa ação social com 12 crianças. Depois fomos para a nossa primeira competição no estadual com 20 atletas participantes. Esse resultado é mais uma certificação do nosso trabalho que fazemos dentro do Batalhão Rotam por meio do esporte. Dar aula de jiu-jitsu para esses atletas, praticar o social e dar apoio aos pais e toda a família  resulta nestas grandes vitórias”, explica sargento Roderick.

 

Atualmente o projeto Jiu-Jitsu Rotam’ atende 150 atletas de segunda a sexta-feira. Ao longo deste ano, a Rotam vem preparando um grupo de cinco atletas da categoria juvenil (de 16 a 18 anos) para disputar o campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu - CBJJ,e o Campeonato Mundial que será realizado nos EUA e em Abu Dhabi.  O projeto também prepara 30 atletas de jiu- jitsu, entre 10 a 13 anos de idade, para competir em São Paulo também na CBJJ.  

 

 

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.