Sexta-feira, 03 de Abril de 2020
ENERGISA CORONA

ArtigosDa luz dos teus olhos

Postado 2 meses atrás Fonte: José Carlos Pereira

Hoje, em tom diferente de crônica, desta vez mais em verso do que em prosa, presto a minha admiração e tributo a todos os humanos que mantêm a generosidade do Amor a dois ao longo de toda uma existência, em bonita entrega e partilha de vidas, numa sociedade que, em função do fator material pela sobrevivência, separa corpos e almas.

O Dia dos Namorados em Portugal  é celebrado a 14 de fevereiro (na passada sexta-feira), dia de S. Valentim, padroeiro dos namorados, enquanto que no Brasil a celebração ocorre a 12 de junho.

Assim, deixo-vos um poema de Amor, intitulado Da luz dos teus olhos, da minha autoria, escrito há mais de uma década, já publicado em jornais, revistas e antologias. Foi  dedicado, na altura, a uma pessoa que, passado um ano, voou para o outro lado do Universo. Agora, aproveito para universalizar o texto , dedicando-o a todos os seres humanos possuídos pela graça do Amor como um dos sentidos concretos da vida. Porque amar – o verdadeiro Amor – é uma missão. Bonita missão, aliás!

Bebo a luz nas fontes de poeira cósmica

Que faz circular a vida pelo Infinito Ser.

 

São partículas do Tudo – ao mesmo tempo, Nada –,

Átomos de virgindade coletiva – na verdade, o Homem-Só.

 

Partículas que entontecem

E que enfurecem

A íris dos teus olhos – a órbita do mundo,

E que rasgam a escuridão dos montes calvos,

Como lábios taciturnos e perdidos

No beijo vácuo.

 

Mas é na íris dos teus olhos que está o centro do Universo,

Onde a partícula originária foi desenhando a face da Terra,

Um rosto de menina,

E que brilha,

Como pavio de lume enfeitiçado.

 

E, assim, os teus olhos rodopiam e tilintam nos meus, como pássaros,

E os meus tilintam e rodopiam com os teus,

Numa festa de vaivéns, fogo colorido, luz humana –

Arco-íris, leveza sustentável da energia.

 

José Carlos Pereira é poeta, escritor e jornalista português, residente em Portugal. É membro fundador (e ativo) de várias agremiações culturais, incluindo a Associação José Afonso, com sede em Setúbal, e fundador e mentor do bem sucedido movimento cultural Tertúlias Itinerantes. Licenciado em Português-História, pela Universidade Aberta, de Lisboa, tendo frequentado o Mestrado em Estudos Clássicos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, e colaborador do site Na Pauta Online.

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.